"As mulheres são como água, crescem quando se encontram
- Paula Cohen

Untitled design(4).png

A Chalana Esperança é um projeto da família Espaço Silvestre, fundado por quatro biólogas em resposta aos incêndios que destruíram mais de 30% do Pantanal em 2020. O coletivo atuou de forma emergencial de setembro a novembro e, posteriormente, passou a retornar bimestralmente ao bioma para desenvolver estratégias de conservação em médio e longo prazo, através da educação ambiental, apoio ao fomento e à gestão do ecoturismo e capacitação comunitária.
 

O coletivo teve uma atuação marcante sobretudo no Pantanal Norte, pela capacidade de articular diferentes entidades de maneira pragmática, implementando estratégias para conservação da fauna e bem viver das comunidades. Em menos de um ano desde sua fundação, a Chalana Esperança mobilizou mais de duzentos mil reais em arrecadações diretas e indiretas, sendo todo o recurso voltado para a conservação do bioma. Todas as integrantes e parceiros da Chalana são voluntários.

 

Abaixo, você encontrará mais informações sobre o nosso projeto e os diferentes programas desenvolvidos pela Chalana Esperança. Aproveita também para conhecer cada um dos nossos tripulantes e veja como embarcar na nossa Chalana para juntos navegarmos cada vez mais longe!

IMG_2709.jpg

"Se todos os animais se acabassem, o homem morreria de solidão de espírito, porque tudo o que acontecer aos animais logo acontecerá também ao homem. Tudo está relacionado entre si".  - Cacique Seattle

Valores:

Ser uma ponte para boas ações, unindo pessoas e entidades em prol da conservação do Pantanal.

Visão:

Contribuir para a conservação do Pantanal a partir do envolvimento comunitário e da articulação com entidades locais, regionais e globais que sejam verdadeiramente comprometidas com a proteção da
biodiversidade e do bem-viver de comunidades tradicionais.

Missão:

Objetivos:

1) Trabalhar para a conservação do Pantanal, promovendo a preservação de espécies e respeitando comunidades tradicionais e o povo pantaneiro;

2) Realizar educação ambiental com comunidades locais e do entorno sobre o valor da biodiversidade pantaneira e as atuais ameaças ao bioma;

3) Desenvolver e implantar estratégias pragmáticas para conservação e recuperação do Pantanal;

4) Auxiliar no desenvolvimento sócio-econômicos de comunidades tradicionais a partir da geração de alternativa de renda sustentável, promovendo a coexistência entre os pantaneiros e a biodiversidade;

5) Promover e divulgar o conhecimento científico e o conhecimento local sobre o Pantanal a partir de uma perspectiva da ecologia dos saberes.

Nossa história: nascemos no olho do furacão.

A Chalana Esperança nasceu de uma crise. Surgiu para reunir e impulsionar esforços para o combate  aos incêndios que assolavam o Pantanal e para minimizar seus efeitos sobre os animais e comunidades tradicionais que ali
vivem.

A Chalana foi um dos primeiros projetos a atual no Pantanal Norte em 2020, ao longo da Transpantaneira (MT-060), auxiliando comunidades locais e a Associação de Turismo do Pantanal Norte (AECOPAN) que estava na linha de frente do combate.

Diante da tragédia vivenciada e por acreditarmos que juntos somos mais fortes, nos unimos com diversas entidades na tentativa de proteger o que ainda havia de vida em meio ao caos. Eram inúmeros focos de incêndios, poucas pessoas na linha de frente e nos preocupávamos com a segurança dos brigadistas voluntários, que careciam de equipamentos adequados para o combate. Era essencial proteger a vida humana e resguardar os bolsões de área verde existentes, onde muitos dos animais que conseguiram escapar do fogo se escondiam.

A primeira grande ação da Chalana Esperança foi a estruturação desta brigada local, com a compra de equipamento de proteção individual e de combate aos incêndios. Dentre as doações estavam um caminhão com capacidade para carregar 8 mil litros de água, um barco motorizado para auxiliar no patrulhamento pelos rios, busca e resgate de fauna vitimada, oito bombas costais de 20 litros para a equipe de solo, rádios para comunicação e logística dos combatentes, duas motobombas, mais de 600 metros de mangueiras, dentre outros equipamentos.

A nossa equipe também comprou e distribuiu toneladas de alimentos para a fauna vitimada pela seca e fome, montando ilhas de alimentação e pontos de dessedentação para animais silvestres.

Apesar de não termos nenhuma veterinária na equipe e, por isso, não realizarmos resgate de fauna, auxiliamos na busca ativa por animais machucados, na compra de insumos e medicamentos necessário para os seus cuidados.

Em pouco tempo, a crise ambiental se tornou também uma crise humanitária e a nossa equipe mobilizou recursos para compra e distribuição de cestas básicas, água potável e kits de higiene para comunidades indígenas. Comunidades ribeirinhas, que já atravessavam um momento difícil por conta da pandemia, foram também contempladas com alimentos doados pela Chalana Esperança.

À medida que os dias passavam, percebíamos que, por trás da cortina de fumaça, haviam muitas outras ameaças ao Pantanal, além do fogo. A Chalana Esperança decidiu então que mesmo depois que as chuvas chegassem, seguiríamos trabalhando pelo Pantanal e pelo povo pantaneiro. Abaixo, você pode conhecer um pouco do muito que aconteceu de Setembro de 2020 até hoje!

066ec638-193d-4ab4-b0be-ebb4003b329d.JPG
IMG_0918.JPG
IMG_0139.JPG
e0072973-5c3c-45bb-aeb5-cd8e7d41bd16.JPG
e27913a9-d829-44e5-9c2e-3233588721ff.JPG
2021: o inferno não acabou 💔
O Pantanal está novamente em chamas e já são mais de 700 mil hectares queimados.
A equipe da Chalana Esperança está mais uma vez na linha de frente do combate.

NOSSOS PROJETOS: UM POUCO DO MUITO QUE FAZEMOS

Heideger nascimento.png

CONHEÇA NOSSA EQUIPE

Somos todos feitos da mesma matéria: o amor pelo Pantanal.

 

Heideger nascimento(1).png
Heideger nascimento(5).png
Heideger nascimento(3).png
Heideger nascimento(2).png
Heideger nascimento(4).png

Daniel Moura

WhatsApp Image 2021-09-07 at 11.26.45.jpeg
Heideger nascimento(6).png
Heideger nascimento(8).png
Heideger nascimento.jpg